terça-feira, 10 de novembro de 2015

INTESOL realiza Seminário Científico em Desenvolvimento e Economia Solidária nos países Lusófonos e da Integração Sul-Sul

O Seminário Científico em Desenvolvimento e Economia Solidária nos países Lusófonos e da Integração Sul-Sul, é um evento da UNILAB que responde a uma demanda da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (INTESOL), alinhado ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Educação Popular, Microfinanças e Economia Solidária. Seu objetivo principal é buscar contribuir na disseminação e publicação de informações, conhecimentos, estudos, pesquisas e práticas a respeito do desenvolvimento e economia solidária nos países lusófonos e da integração sul-sul.

Sua principal proposta é ser um espaço de integração dos participantes, parceiros, via palestras, apresentação de trabalhos científicos, rodas de conversas, entrega de prêmios, relatos e apresentações de experiências nacionais e internacionais, animado pelas rodas de culturas artísticas, gastronômica e de comercialização. Refere-se, portanto, a um momento muito rico e oportuno de produção de conhecimento, troca de experiências e vivências e aprendizado.

O processo, produto e metodologias do evento dará visibilidade à execução das políticas de desenvolvimento e da economia solidária e suas inter-relações com o desenvolvimento dos territórios, destacando a contribuição aos países lusófonos e da integração sul-sul. Além desses benefícios, o Seminário Científico em Desenvolvimento e Economia Solidária nos Países Lusófonos e da Integração Sul-Sul evidenciará o papel das universidades públicas em relação à contribuição para implantação das políticas de desenvolvimento territorial e economia solidária e sua interseção com o ensino, a pesquisa e a extensão, enfatizando o importante papel da Rede de Instituições Públicas do Ensino Superior (RIPES), coordenada pela UNILAB, através da Pró-reitoria de Assuntos Institucionais (PROINST).

Nessa perspectiva, a produção e trocas de conhecimentos e saberes será importante para os encaminhamentos da proposta de criação da Rede Lusófona de Desenvolvimento e Economia Solidária que integrará, inicialmente, os países convidados – Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, Moçambique, Portugal e Brasil. Isto significará um salto qualitativo para a sociedade brasileira, especialmente, o maciço de Baturité e, internacionalmente, diversos países da África, já que buscará integrá-los às práticas de desenvolvimento.

Assim, é com imenso prazer que convidamos V. Sas. a participarem desse auspicioso evento, promovido pela INTESOL/UNILAB, para o qual disponibilizamos 300 vagas distribuídas por categoria de participação, como segue: 70 para estudantes de graduação e especialistas; 30 para estudantes de pós-graduação; 70 para profissionais; 30 para instituições de caráter territorial; 30 para as redes de desenvolvimento e economia solidária e 70 para os empreendimentos vinculados em redes.





Atenciosamente,
Profa. Clébia Mardônia Freitas Silva
Coordenadora INTESOL
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...