terça-feira, 16 de junho de 2015

“PROJETO CATAFORTE” É APRESENTADO AOS MUNICIPIOS DO MACIÇO DE BATURITÉ

Na próxima quinta-feira (18), durante reunião da AMAB, o superintendente estadual da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Dr. Regino Pinho, a convite do presidente da Instituição, prefeito Antônio Claudio Pinheiro, falará sobre oProjeto Cataforte – Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias.

O foco do projeto está na inserção de cooperativas no mercado da reciclagem e a agregação de valor na cadeia de resíduos sólidos. A ideia é favorecer a estruturação de redes de cooperativas e associações, de modo que se tornem aptas a prestar serviços de coleta seletiva para prefeituras, participar no mercado de logística reversa e realizar conjuntamente a comercialização e o beneficiamento de produtos recicláveis.

O Projeto Cataforte foi concebido com o objetivo de promover ações de capacitação, formação e assistência técnica, com vistas ao fortalecimento das organizações sociais e produtivas dos catadores de materiais recicláveis e das formas de autogestão dos empreendimentos econômicos solidários, fortalecendo suas estruturas e planos de negócio. Esse objetivo enfatiza a melhoria de renda e da qualidade de vida.

O Cataforte é uma parceria entre Secretaria-Geral da Presidência da República, Fundação Banco do Brasil, Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério do Meio Ambiente, Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Petrobras e Banco do Brasil. 

Todas essas instituições têm em comum a compreensão de que a inclusão dos catadores de materiais recicláveis tem implicações sociais, ambientais, culturais e econômicas.

Segundo o superintendente estadual da Funasa, “não precisamos de muito para solucionar a questão dos resíduos sólidos. Com atitudes simples pode dar certo”. Vem daí o engajamento da Funasa neste projeto, ao lado de seus parceiros.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...