quarta-feira, 8 de abril de 2015

Na CCJ, 60% dos deputados à favor da redução da maioridade penal são investigados por crimes

Deputados são investigados por crimes eleitorais ou corrupção. Mas quem deve ser presa é a juventude brasileira!



 Por Douglas Belchior e Gabriela Zanotto Eu quero que desenhe.

Se a lógica do senso comum valesse para efeito de julgamento dos deputados que participaram e derrubaram a inadmissibilidade da PEC 171/93, que prevê a redução da maioridade penal, em reunião da CCJC na quinta (31/03), 60% deles não poderiam ocupar suas funções públicas.

Dos 43 deputados responsáveis pela aprovação da PEC da Redução, 25 têm problemas na justiça e estão envolvidos em algum processo criminal. Os outros 16 (também segundo a lógica punitiva hegemônica) tem melhores advogados.

“Lugar de bandido é na cadeia!” E o que fazer com os “maiores infratores”?

Um dos principais argumentos usados pelos parlamentares para justificar a necessidade de levar à frente a proposta de redução da maioridade penal é o fato de, segundo pesquisas, mais de 90% da população ser favorável à alteração da lei.

Sim, é preciso reconhecer que há um majoritário, porém superficial posicionamento sobre o tema, muito mais fruto da campanha massiva promovida pelos grandes meios de comunicação, que estimula o sentimento de medo e vingança em relação aos adolescentes em conflito com a lei, do que propriamente uma opinião coletiva resultante de uma análise mais séria do assunto.

Mas usemos para efeito de reflexão a mesma lógica: qual a opinião da população acerca dos políticos? E dos deputados? E do Congresso Nacional? Qual a diferença entre um político corrupto e um assassino qualquer? Que criminoso é mais perigoso, o deputado que vende emenda parlamentar e negocia propinas ou o “traficante-delinquente-marginalzinho-vagabundo-preto-tá-com-dó-leva-pra-casa” ali da esquina?

Quem precisa de leis severas que lhes garantam punição e cadeia são os jovens brasileiros!

O debate sobre a redução da maioridade penal nos coloca defronte ao imaginário racista e preconceituoso – próprio da sociedade brasileira – de que há certas pessoas que colocam a sociedade em risco; de que precisamos nos ver livres delas; de que, se possível, elas devem ser mortas; de que ao menos devem ser presas, quanto mais e quanto antes. E de que essas são verdades inquestionáveis, mesmo que a realidade dos fatos demonstrem o contrário e mesmo que os julgadores sejam tão ou mais criminosos que os julgados.

Abaixo, a ficha corrida, a capivara, a síntese do currículo lattes dos nobres deputados responsáveis pela avaliação favorável à PEC da redução na CCJC.


1Aguinaldo RibeiroInvestigado pela operação Lava Jato
2Alceu MoreiraFicha suja
3Alexandre LeiteCrime eleitoral
4Altineu CortesMulta por campanha antecipada 2012
5André MouraInvestigado por compra de votos (2006)
6André Fufuca
7Arnaldo Faria Sá
8Arthur O. Maia
9Bonifácio AndradePorte ilegal de arma
10Bruno CovasCaixa 2
11Capitão Augusto
12Covatti Filho
13Cristiane BrasilCrime eleitoral
14Danilo ForteCrime eleitoral e em leis de licitações
15Dr. João
16Elmar Nascimento
17Evandro Gussi
18Fausto Pinato
19Felipe MaiaInvestigado pelo TCU: Dono de empresa que presta serviço ao governo
20Giovani CheriniCaptação ilícita de sufrágio
21João CamposInvestigado por embolsar o salário de funcionários
22José Carlos AleluiaMáfia das ambulâncias
23Juscelino FilhoCrime eleitoral
24Laerte Berssa
25Laudivio Carvalho
26Lincoln PortelaCompra superfaturada de ambulâncias (Operação Sanguessuga)
27Luciano DucciCrime eleitoral
28Marco TebaldiLei de licitações e responsabilidade fiscal
29Marcos Rogerio
30Paes LandimCrime eleitoral
31Pastor Eurico
32Paulo FreireVenda de emendas parlamentares
33Paulo MagalhãesCrime eleitoral
34Prof. Victorio Galli
35Ronaldo Fonseca
36RossoniFuncionários fantasmas
37Sandro Alex
38Sergio SouzaOperação Gafanhoto – desvio de verba assembleia legislativa paraná
39Sergio Zveiter
40Silas CamaraCrime eleitoral
41Valtenir PereiraCrime eleitoral
42Veneziano VitalImprobidade administrativa
43Vitor Valil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...